Atleta do Soccer Brazil vira artilheiro em liga de futebol nos Estados Unidos

Posted by Andreia.Manczyk On November - 16 - 2011

O jovem Daniel Nunciato Camargo (Dodô), 22, há alguns anos, ainda como estudante do Sant’Anna International School, em Vinhedo, não possuía interesse em morar em outro país.

Essa visão do estudante permaneceu a mesma até quase seis meses depois da conclusão do colegial, no final de 2006. Em agosto de 2007, após intermediações e reuniões entre a família do atleta e a diretoria do Soccer Brazil, Daniel se despediu do país.

O choque cultural e a rigidez do novo colégio assustavam. “A rotina de lá é muito puxada. Você tem os estudos, o treinamento, e à noite, havia também o estudo obrigatório (…) por você ser estrangeiro, há uma maior cobrança, então tem que ser diferenciado academicamente para se destacar”, informou o jovem.

Apesar das dificuldades enfrentadas principalmente no primeiro ano na Winchendon School, a experiência com pessoas de toda a parte do mundo e o prazer em disputar a liga nacional são compensatórias.

Na primeira temporada da NEPSAC, liga de futebol dos Estados Unidos de escolas privadas, a equipe ficou nas semi-finais dos play-offs. Já na segunda temporada, o desempenho foi ainda melhor, chegando invicto  às finais da liga e se tornando o artilheiro do campeonato com 17 gols.

“Vale muito a pena”

O seu rendimento em campo e no meio acadêmico gerou inúmeras propostas ainda no meio da temporada, tendo mais tempo para escolher a faculdade que desejava ingressar. Optou por cursar International Busniness na Merrimack College, também no Estado de Massachusssets.

Ficou um ano por lá, até que teve contato com o técnico da Felician College, em Nova Jersey – próximo a Nova York. – se transferindo no início da temporada 2010/2011.

Faltando apenas um ano para a conclusão do curso, Daniel acredita que fez a escolha certa ao optar por morar no exterior. “Aqui as coisas seriam muito mais difíceis. Lá (Estados Unidos) eu consigo conciliar o que gosto, que (sic) é o futebol com os estudos”, afirma o estudante.

De acordo com o atleta, o importante é tentar, pois a experiência de viver fora do país com outra cultura, costumes e língua, só tem a acrescentar.  “Vale muito a pena”, conclui o jovem.

  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Youtube
destaque_MAST

Equipe de aluno/atle

Entre os dias 12 e 14 de Janeiro aconteceu o ...

destaque

Aluno e atleta exemp

Pioneiro ao conseguir bolsas de estudos em universidade norte-americana junto ...

Visite Também

  • FIFA
  • Colégio SantAnna
  • CBF
  • Copa do Mundo 2014
  • 2sv Sports