“Até meus 17 anos meu sonho era ser jogador de futebol mas era tudo muito difícil. Então vi no soccer uma boa oportunidade”

Cleiton Rodrigo Coppola, mais conhecido como Gamarra, entrou no programa de intercâmbio do Sant’Anna International School aos 18 anos em 2007 e logo de cara trouxe o título intercolegial para o colégio.

Um ano depois do ingresso no Soccer Brazil, o atleta conseguiu a desejada e inesperada bolsa de estudos. “Me surpreendi com meu resultado. Em apenas seis meses tudo mudou na minha vida. Foi da água para o vinho”, revela Gamarra.

Cleiton (Gamarra) esbanjou simpatia durante entrevista no Colégio Sant'Anna

Em Winchendon, estado de Massachusetts, o jovem atleta viu um choque cultural não só pela língua mas principalmente pelas regras que guiavam o colégio norte-americano.

A pequena escola com cerca de 250 alunos possui horários para controlar a rotina dos estudantes e moradores, já que grande parte deles ficam instalados nos dormitórios dentro do campus da Winchendon School.

Segundo Gamarra, o fato do colégio não possuir muitos alunos faz com que o ambiente e a amizade entre eles seja compensatória. “Fiz muita amizade por lá (Winchendon). Agente acaba criando uma forte amizade com todo mundo. É ótimo principalmente por você ser estrangeiro”.

Para ajudar a família com os gastos, nosso jovem realizou trabalhos no próprio colégio, inclusive durante as férias – é um hábito bastante comum entre os estudantes. Com o passar do tempo e já totalmente adaptado ao novo país, suas notas começaram a melhorar e o sonho de uma faculdade ficou mais próximo.

Hoje, Cleiton estuda Business Management no Dominican College e pretende seguir bem no meio futebolístico.  Em sua primeira temporada pela equipe universitária, jogou todas as partidas da CCAC – Central Atlantic Collegiate Conference – e ajudou na classificação do time para o campeonato nacional. “Perdemos na primeira partida, mas a experiência foi ótima. É um campeonato de alto nível.”

Quando questionado sobre o futuro, o jovem atleta não demorou muito para responder. Pretende, nesta nova temporada, um sucesso no campeonato nacional e nos próximos anos, após a formatura, voltar para o Brasil. “Hoje, não consigo pensar em morar nos Estados Unidos. Quero voltar e trabalhar com algo relacionado a comércio exterior.”

  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Youtube
destaque_MAST

Equipe de aluno/atle

Entre os dias 12 e 14 de Janeiro aconteceu o ...

destaque

Aluno e atleta exemp

Pioneiro ao conseguir bolsas de estudos em universidade norte-americana junto ...

Visite Também

  • FIFA
  • Colégio SantAnna
  • CBF
  • Copa do Mundo 2014
  • 2sv Sports